Get Adobe Flash player

War Z é banido do Steam

12345Avaliação 0 (0 Votos)


DayZ foi provavelmente "o" fenômeno dos games em 2012. Nasceu mod, virou mania. Estilo Counter-Strike e DotA. Saiu de ArmA 2, e imerge os jogadores em meio a um apocalipse zumbi devastador. Chamou atenção pelas suas mecânicas de MMO e a Hammerpoint Interactive colocou o olho na oportunidade e criou The War Z, classificado como uma cópia oportunista para pegar carona no sucesso do mod. Foi lançada uma versão no Steam na segunda-feira (17), por US$ 15 (o mod é gratuito) sem mensalidade e que até tinha a opção de vir com um pacote de moedas para auxiliar na compra de novas armas e roupas.
 
Até aí tudo bem, mas bastaram dois dias no Steam para aparecem as primeiras reclamações. E das piores. Vamos a uma lista delas, começando pelo fato do jogo ser um pré-beta e já estar à venda.
 
- Limite de 50 jogadores por servidor.
- Proibição do uso de servidores particulares.
- Mapas menores do que os prometidos.
- Cheats rolando à vontade.
- Espera de uma hora para voltar ao jogo após ser morto.
- Uma atualização posterior aumentou esse tempo para QUATRO HORAS.
- Se quiser ressuscitar em menos tempo, o jogador precisa pagar US$ 0,40 - em um pacote mínimo de US$ 5.
 
Existem mais acusações, como problemas no sistema de microtransações, descrição enganosa das mecânicas, e censura em fóruns. Alguns jogadores disseram que "centenas de compradores do jogo são banidos sem qualquer explicação ou justificativa". Alguns disseram que isso é fruto da ganância da empresa para vender mais licenças do jogo. 
 
Meses atrás, um moderador recém-expulso dos fóruns da Hammerpoint Interactive afirmou que a empresa descontinuará o jogo em pouco tempo, caso ele não dê o lucro esperado. O chefe do estúdio, Sergey Titov, tentou minimizar os problemas e emitiu uma declaração dizendo "que espera atender os desejos dos compradores e que a empresa está se esforçando para resolver os problemas apontados".
 
Como a avalanche de acusações foi forte demais, a própria Valve retirou o game do Steam e provavelmente condenou-o ao ostracismo absoluto. Como o jogo ainda está em fase pré-beta é possível que alguns desses problemas sejam resolvidos em breve, mas pela postura da empresa, Eu não apostaria nem um pouco nisso.
 
 
Para ver o jogo anterior produzido por Titov, é só assistir o vídeo review abaixo, do GameSpot:


Comente essa notícia com a gente logo abaixo, em nosso twitter (@PortalGameWorld) ou em nossa fanpage no facebook (www.facebook.com/PortalGameWorld).

Phoca Facebook Comments

VEJA TAMBÉM

GW NETWORK
TOP VÍDEOS

Isso é o que dá misturar personagens da Nintendo com luta livre…

Alguém imaginou como seria um jogo de luta com os personagens da Valve…

In Harm's Way chega durante essa semana para PC, consoles e dispositivos móveis…