Get Adobe Flash player

Review: Heróis de Camelot

12345Avaliação 4.00 (3 Votos)

Nome: Heróis de Camelot
Plataforma: iPhone
Desenvolvedor: Kabam
Preço: Grátis

Nota: 8.0

A vez do coração das cartas libertar a Grã Bretanha


Toda a Grã-Bretanha está em perigo, a paz erguida por Camelot se encontra ameaçada pelo misterioso Cavaleiro Negro a ponto do próprio Rei Arthur e o poderoso Merlin invocarem por heróis das mais longinquas regiões – e é ai que você surge – para se aventurar por um mundo de dragões, magias, exércitos e conquistas.

Pois é, falando assim, da até a impressão que estaremos para viver um até que bem genérico RPG, mas não, Heroes of Camelot é um jogo de...espere – cartas!

 “Tipo, Magic”, você então me pergunta, e eu respondo: – Sim, tipo Magic The Gathering. Mas antes que alguém pense, como eu pensei no começo, que Camelot se trata então de um jogo de cartas também genérico, deixe-me mostrar que nada fica mais longe da realidade. A nova aposta da Kabam é surpreendentemente profunda e cheia de personalidade.



Mais do que um conquistador nos campos de batalha, o jogo faz de você um herói único logo que o jogo é iniciado, com direito até mesmo a escolha de habilidades e origem, e assim te mostra um mundo cheio de vida, e o mais importante, outros jogadores.

Enquanto o objetivo mais simples do título realmente é acumular mais cartas e criar estratégias para toda e qualquer situação, a história e o enredo da aventura que, diga-se de passagem, até que supera bastante as expectativas, te da uma razão extra para avançar e superar uma infinidade de quests, que vão desde limpar aquele calabouço repleto de esqueletos, até impedir uma cidade de ser saqueada.

Pouco a pouco, o jogo acaba envolvendo, afinal, cada ação feita rende fundos e novas cartas, que seguem a linha do básico até as ultra-raras – capazes de evoluir não apenas suas instalações como o seu próprio personagem. Isto mesmo, praticamente como um Pokémon, existe formas e estágios para muitas das cartas do jogo, inclusive aquela que define seu personagem, e tudo é apresentado de uma forma até que bem saudável para o jogador.

O mesmo pode ser dito sobre o sistema de batalha, sutil e direto no início, mas que pouco a pouco ganha mais qualidade e estratégia, a ponto de você ser obrigado a montar até mesmo três times e atacar inimigos dos mais gigantescos, como os dragões, por diversos flancos. A única parte que realmente pode dar uma dorzinha de cabeça é que, tratando-se de um jogo F2P, obviamente quando você finalmente decidir encarar os confrontos on-line, que funcionam muito bem por sinal, àqueles jogadores que investirem mais grana definitivamente terão a vantagem – mas se for ver, não é assim com qualquer jogo de cartas no estilo Magic: The Gathering?

Aposte sem pensar duas vezes!



Comente essa notícia com a gente logo abaixo, em nosso twitter (@PortalGameWorld) ou em nossa fanpage no facebook (www.facebook.com/PortalGameWorld).

Phoca Facebook Comments

VEJA TAMBÉM

TOP VÍDEOS

Uma invasão de dragões marca o primeiro trailer da expansão para a franquia!…

Saiba quais atores interpretam os protagonistas!…

Esquenta pro lançamento...…

GW NETWORK